O Melhor Monta-cargas para a sua Vivenda

Monta Pratos numa Cozinha

O Melhor Monta-cargas para a sua Vivenda

Monta Pratos numa Cozinha
Sérgio Santos
Sérgio Santos

Editor do Vida Acessível

A concepção de monta-cargas abrange diferentes modelos de elevadores e, por isso, este artigo tem como propósito desmistificar o assunto e ajudá-lo a encontrar o que precisa para as suas necessidades.  

A título de exemplo, um monta-cargas ideal para si, no caso de transporte de compras da sua garagem para o rés do chão, pode ser um elevador unipessoal. Assim, poderia não só poupar-se de levar a carga das compras como não ter de subir as escadas. Se, por outro lado, não se importa de fazer um pouco de exercício, porque não instalar um monta-pratos? 

Depois podemos abordar outros fatores: se a sua vivenda apresenta barreiras arquitétonicas que tornam difícil o transporte de cargas até onde as pretende, talvez um elevador para pequenos desníveis possa ser a sua solução. Pode ter uma moradia de um andar, perfeitamente capaz de comportar os problemas de saúde associados à mobilidade reduzida de um dos seus familiares, mas dispor de escadas antes da entrada na moradia. Um elevador para pequenos desníveis tornaria este elemento ultrapassável. 

Assim, importa compreender que, falando de monta-cargas, falamos apenas do uso: e, depois de percebermos o uso que pretendemos dar, podemos escolher o melhor tipo de elevador para as nossas necessidades. 

Que modelos de elevador podem ser usados como monta-cargas? 

Elevadores para pequenos desníveis: 

Fáceis de instalar e com gastos energéticos simpáticos, os elevadores para pequenos desníveis não requerem grande tipo de obras – quando têm fosso, este tem apenas 15 cm – e são feitos para ser instalados numa parede. Assim, na maior parte dos casos, a instalação pode ser feita relativamente rápido e sem necessidade de um empreiteiro. 

Capaz de erguer uma boa quantidade, em termos de kg, dependendo do modelo, pode ajudar bastante no transporte de items pesados. 

Com capacidade de elevar até aos 3 metros, pode ser justamente o que procura, numa das modalidades mais baratas em termos de elevadores. 

Elevadores unipessoais: 

Como referi acima, um elevador unipessoal é feito para transportar apenas uma pessoa, com alguma carga associada, eventualmente. Pode, no entanto, usá-lo para transportar apenas carga. Nesse sentido, olharemos para ele, daqui em diante, e para o efeito, como um monta-carga. 

Com dimensões de cabine mínimas de 70x70cm, este elevador pode perfeitamente transportar as suas compras, ou o que quiser, até 4 a 5 andares. Ganha, também com este modelo, a possibilidade de aceder aos seus andares sem ter de subir ou descer escadas. 

Dentro dos modelos unipessoais, a variação das dimensões é outro fator que pode jogar a seu favor. Por exemplo, o que seria um modelo talvez demasiado grande para as suas pretensões, 1m2, pode tornar-se fulcral à medida que a sua idade avançar ou se, por alguma infelicidade, tiver algum acidente, ou tiver um visitante com problemas graves de mobilidade. 

É um modelo a ter em conta, apesar de mais caro que o proposto anteriormente. 

Elevador Monta-Pratos:  

Quebremos desde já o mantra de que este tipo de elevadores é exclusivo aos restaurantes ou instalações hoteleiras: pelo contrário, pode perfeitamente equipar a sua casa com um, e não o usar para o transporte de produtos alimentares. 

Olhemos para o elevador sem o peso do seu nome: com gastos energéticos muito baixos, entre os 0,75 e 1,2Kw/hora, e com capacidade de carga que pode ascender até aos 100kg. 

É capaz de abranger vários andares e, por ser comummente usado em zonas comerciais, oferece as melhores condições estéticas, pelo que pode manipular o seu estilo para condizer com a sua casa.  

Este modelo requer menos obras do que, por exemplo, o elevador unipessoal, mas mais do que elevador monta-cargas. Terá de contemplar um espaço de 80x80cm, para acomodar não só a cabine como a hidráulica associada para fazer o modelo funcionar. 

Plataforma para Escadas: 

Menos ortodoxa, a plataforma para escadas, instalada lateralmente às escadas e feita, genericamente, para o transporte de pessoas, pode também servir para transportar carga. 

Esta opção figura na lista, por ser uma modalidade transporte de ascensão – se bem que não é um elevador – e por servir a curto e longo prazo. 

Se, nos dias de hoje, apenas lhe interessa o transporte de carga, no futuro a plataforma para escadas poderá servir para o transporte de pessoas, à medida que a idade avança, etc. 

Assim sendo, é a multiplicidade de usos que faz a plataforma valer a pena ser abordada. Os seus custos energéticos são baixos, as obras são mínimas ou nulas, e o seu preço é talvez o mais em conta nesta lista, em termos orçamentais. 

Devo ter mais elementos em consideração? 

Todas estas modalidades de elevadores têm a sua idiossincrasia, isto é, oferecem diferentes funcionalidades, a diferentes preços. Assim, tem de, acima de tudo, saber perfeitamente o que pretende do seu monta-cargas, a área onde o quer colocar, a capacidade de carga, e os consumos energéticos. 

Para estes efeitos, o ideal será consultar um especialista, para lhe oferecer todo o apoio necessário. Depois de uma visita a sua casa, e de ser informado acerca de quais são as necessidades, o especialista poderá oferecer-lhe as opções mais viáveis, inclusive na marca que escolher. 

Sabemos que existem discrepâncias de valores entre modelos semelhantes de marcas diferentes, e mais do que ninguém, um especialista de elevadores saberá navegar no mercado e encontrar o modelo mais barato dentro das funcionalidades que pretende que ele tenha. 

Primeiro, defina as suas necessidades e orçamento, e depois, escolha, com a ajuda de alguém especializado, o melhor modelo para servir de monta-cargas. 

Conheça todas as soluções de mobilidade que temos para si

Scroll to Top